A anemia ferropriva é o tipo de anemia mais comum durante a gestação. A necessidade de ferro aumenta no segundo trimestre e gestantes com pouca reserva de ferro ou baixa ingestão alimentar do mineral não conseguem produzir quantidade suficiente de hemoglobina, que transporta o oxigênio no sangue. O bebê normalmente não é afetado pela anemia ferropriva, mas os efeitos na mãe podem ser sérios.

Gestantes com anemia ferropriva devem receber suplementação de ferro elementar e um suplemento contendo zinco e cobre, segundo orientação médica. Devem incluir no cardápio pelo menos 2 porções de carnes ou equivalentes ao dia (carne de boi, de ave, peix ou ovos), além de pelo menos 1 porção de leguminosas ao dia, que assim como os vegetais verde-escuros, devem ser ingerida junto com alimento fonte de vitamina C.

Compartilhar: