Se você é vegetariana, mas inclui laticínios e ovos em uma dieta balanceada, não haverá problemas nutricionais durante a gestação. Mas se for uma vegetariana estrita, que exclui todos os produtos animais de sua alimentação, você precisará estar mais vigilante, e talvez até ingerir suplementos para ter uma gestação saudável.

Proteínas:
Como a proteína é encontrada em alimentos de origem animal e vegetal, mesmo as vegetarianas mais radicais poderão obter o nutriente ingerindo uma variedade de grãos integrais, cereais e legumes.
Cálcio e Vitamina D:
O cálcio dos laticínios é particularmente bem absorvido pelo organismo. O leite também contém a vitamina D, que melhora a absorção do cálcio e sua deposição nos ossos. Mas se você não ingere laticínios, concentre-se em incluir vegetais ricos em cálcio em sua dieta. Utilize o quadro do capítulo Nutrientes na Gestação para se certificar se é possível atingir a recomendação de 1000 mg de cálcio por dia.
Algumas vegetarianas radicais podem precisar de vitamina D se a exposição ao sol não for adequada.
Ferro:
É difícil atingir as necessidades de ferro se você não inclui produtos animais, principalmente carne na dieta. É provável que haja a necessidade de suplementação. De qualquer forma, inclua em sua alimentação vegetais ricos em ferro e alimentos fortificados, consumindo-os associados a alimentos ricos em vitamina C.
Vitamina B12:
Como a vitamina B12 é encontrada primariamente em alimentos de origem animal, é necessária a suplementação da vitamina.
Zinco:
O Zinco é encontrado em muitos alimentos de origem animal, como laticínios, carne e ovos, e é necessário para o crescimento e reparo celular, assim como produção de energia. Esforce-se então para ingerir alimentos de origem vegetal que contenham o mineral, como pães integrais, grãos integrais, flocos de aveia, germe de trigo, legumes, ervilhas, tofu (queijo de soja), sementes e nozes.

Compartilhar: