A produção de gases é um evento normal do nosso organismo, mas o excesso incomoda e deve ser evitado. Apesar de depender das sensibilidades individuais, alguns alimentos costumam causar uma maior produção de gases intestinais. Vejam eles:

LEITE DE VACA: a lactose (o açúcar do leite) é um grande produtor de gases, principalmente para as pessoas que produzem pouco ou não produzem a lactose (enzima necessária para digerir a lactose).
ALIMENTOS RICOS EM AMIDO: Batata –inglesa, batata-doce, trigo, aveia, pão, milho, soja mandioca e cará. O amido destes alimentos pode ir para o intestino grosso e nutrir as bactérias ocorrendo a fermentação.
ALIMENTOS CRUCÍFEROS: Brócolis, repolho, couve e couve-flor contem enxofre que agem com as bactérias intestinais.
FEIJÃO, LENTILHA E GRÃO- DE- BICO: Contem açúcares oligossacarídeos, principalmente a rafinose, que não são bem digeridos, favorecendo assim a fermentação.
LARANjA, MAÇA E AVEIA : alimentos ricos em pectina e betaglucano, também passam para o intestino grosso alimentado as bactérias.
CARNE VERMELHA: Como a sua digestão é muito demorada (48 a 72 horas) pode ocorrer mais a ação das bactérias no intestino grosso
OUTROS: cebola, alho e bebidas com gás, em sua digestão a possibilidade de fermentação é muito maior .
Observação: Não deixe de comer esses alimentos, mas tente identificar osque causam maior sensibilidade em seu organismo. Não os misture entre si e não os ingira de estômago vazio .

Dicas:

Se você suspeita de um determinado alimento, fique 3 dias sem ingeri-lo e verifique sua tolerância.
Semente e raiz de erva- doce, endro, canela e cominho ajuda a prevenir e aliviar a flatulência aquecendo e relaxando o aparelho digestivo
Evite excesso de adoçante “sorbitol”. Muitos estudos apontam-no como grande produtores de gases.
Use o mamão e o abacaxi para acompanhar as refeições principais e mais pesadas. Enzimas neles contidas (papaína e Bromalina) ajudam na digestão
Deixe de molho o feijão, a lentilha ou o grão de bico em água por 12 horas e troque sua água de três em três horas. Dessa maneira esses alimentos conseguem perder ate 50% de sua força para a produção de gases.
O consumo de alimentos ricos em bactérias probióticas, como leite fermentado e alguns iogurtes pode ajudar a balancear a flora intestinal, diminuindo a produção de gases.

Importante: Esta orientação é genérica, e portanto não substitui a consulta com um nutricionista.

Compartilhar: