A gravidez é especialmente estressante para as adolescentes por causa dos problemas sociais e de saúde usualmente associados a esta condição. As dificuldades são ainda maiores nos casos de problemas psicológicos, educacionais e nutricionais.
Gestantes adolescentes são consideradas um grupo de risco, pela maior incidência de complicações, como eclâmpsia, anemia, parto prematuro e bebês de baixo peso ao nascer. Além disso, a mortalidade materna e infantil é maior em se tratando de adolescentes grávidas.

Os requerimentos nutricionais aumentados para o feto em crescimento somam-se às necessidades da adolescente ao seu contínuo desenvolvimento. Se as necessidades totais não são supridas, o crescimento fetal será afetado, assim como o desenvolvimento da jovem será mais lento.

São poucas as pesquisas existentes sobre as necessidades nutricionais da adolescente grávida. Podemos fazer uma estimativa dessas necessidades, somando os requerimentos nutricionais para o completo desenvolvimento orgânico da jovem às quantidades recomendadas para gestantes adultas, que são de 300 calorias, acompanhando-se do aumento correspondente de vitaminas, minerais e proteínas.

Compartilhar: