O aumento da pressão sanguínea ocorre durante o desenvolvimento de doenças como certas formas de doença cardíaca, aterosclerose, doenca renal, problemas de tireóide, e durante o decorrer da gestação ou em situações de stress. Na maioria dos casos a causa é desconhecida, sendo então chamada de hipertensão essesncial ou primária.
Segue abaixo uma orientação dietética generalizada:

ALIMENTOS NÃO RECOMENDADOS PARA CONSUMO

– sal, caldo de carne concentrado, temperos prontos com sal, toucinho defumado, aji-no-moto e derivados, maionese, ketchup, molho inglês, molho de soja, massa de tomate, sopa pronta, mortadela, presunto, queijos, lingüiça, salsicha, ervilha, milho, salame, carne seca, paio, azeitona, picles, feijoada, sardinha, palmito enlatado, patês, carnes e vegetais enlatados, frituras, salgadinhos, amendoim salgado, pipoca com sal e outros.

ALIMENTOS QUE DEVEM SER EVITADOS

– carnes gordas, peixes de água salgada, espinafre, beterraba, couve manteiga, acelga, chicória, creme de leite, margarina ou manteiga com sal, sorvete cremoso, pão francês, italiano, centeio, de forma, torradas, farinha de rosca, bolachas salgadas, biscoitos, sanduíches de lanchonete.

PRECAUÇÕES

– Dar preferência a carnes magras ( coxão duro, patinho ), peito de frango e peixes de água doce ( pintado, dourado ).
– Substituir o sal de cozinha por temperos como louro, cebola, alho, suco de limão, salsa, pimenta e vinagre.
– Substituir manteiga ou margarina com sal por sem sal.
– Dar preferência a bolachas e pães doces ou sem sal.
– Observar sempre os rótulos dos alimentos.
– Preparar as refeições sem sal, adicionando 1 colher (de café) rasa de sal sobre o prato já pronto.
– Evitar o uso de adoçantes artificiais.

Importante: Esta orientação é genérica, e portanto não substitui a consulta com um nutricionista.

Compartilhar: