A hipoglicemia não é uma doença, mas sim um sintoma da alteração no metabolismo do carboidrato. É frequentemente definida como um nível inferior a 50mg/dl de glicose no sangue após uma refeição. Os sintomas observados são sudorese, fraqueza, fome, taquicardia, tremores internos, além de cefaléia, visão obscura, confusão mental, fala incoerente, comportamento bizarro ou convulsões. Para evitar aumentos repentinos na produção e liberação da insulina, deve-se evitar o consumo de carboidratos simples e dar preferência aos complexos

Segue abaixo uma orientação dietética generalizada:

ALIMENTOS COM BAIXOS TEORES DE CARBOIDRATOS SIMPLES

– leite desnatado, café, chá, suco de frutas;
– queijos;
– verduras, legumes e frutas;
– carnes magras;
– óleo vegetal em pouca quantidade.
– biscoitos e cereais integrais;
– batata, mandioca, beterraba, arroz, macarrão, milho verde em pouca quantidade;
– feijão, ervilha, soja, lentilha, vagem.

ALIMENTOS RICOS EM CARBOIDRATOS SIMPLES

– açúcar, mel, doces, sorvetes, gelatinas;
– pudim, compotas, frutas secas e cristalizadas;
– rocas, tortas, balas, biscoitos, chocolates;
– massas como: lasanha, caneloni, ravioli;
– pizzas;
– farinhas ( mandioca, milho, trigo, aveia);
– refrigerantes;
– bebidas alcoólicas.

RECOMENDAÇÕES

– evitar o uso do açúcar;
– praticar exercícios físicos regularmente.
– alimentar-se de 3 em 3 horas.

Importante: Esta orientação é genérica, e portanto não substitui a consulta com um nutricionista.

Compartilhar: