Gestantes que se alimentam de forma adequada e evitam riscos tendem a ter menos complicações durante a gestação e no parto. E elas dão à luz a bebês maiores e mais saudáveis. Uma dieta balanceada é um dos elementos mais importantes para se assegurar o futuro da mãe e do bebê.

As mulheres que entram na gestação no peso ideal e ganham entre 11 e 15 kg têm menos problemas do que as que ganham mais ou menos que isso. Se a gestação é múltipla, deve-se ganhar pelo menos 4,5 kg adicionais.

O peso ganhado durante a gestação representa o peso do feto e das partes do organismo que suporta o desenvolvimento dele. O volume sangüíneo aumenta em 50% ou mais e as mamas também crescem. O organismo ainda constrói reservas para sustentar o crescimento rápido do bebê e para proporcionar energia para o trabalho de parto e amamentação.

Muitas mulheres se preocupam demasiadamente com o peso e temem um aumento excessivo durante a gestação. Mas nessa época, a prioridade deve se focar no ganho adequado de peso para o completo desenvolvimento do bebê.

Se a mãe estiver abaixo do peso quando ficar grávida, um aumento de 12 a 18 kg é indicado. Se estiver acima do peso, esse aumento deve ser de 7 a 12 kg.

O peso deve aumentar gradativamente. No final do terceiro mês, deve ser esperado um ganho de 1 a 2 kg. Nos meses subseqüentes, o ganho deve ser de aproximadamente 450 g por semana. Se o ganho for muito maior do que isso, deve-se tentar um controle das calorias ingeridas, sem privar o bebê de nutrientes essenciais, como a seguir:

– dar preferência a leite ou iogurte desnatados, e queijos magros;
– evitar alimentos ricos em gorduras e altamente calóricos, mas pobres em nutrientes, como doces, bolos, frituras.
– usar alimentos assados, cozidos, grelhados, ao invés de fritos;
– consultar o médico a respeito de começar ou aumentar a atividade física.

Abaixo segue uma tabela-resumo sobre o ganho esperado de peso na gestação, conforme o estado nutricional da gestante, e um esquema do que representa o ganho mínimo de peso:

Índice de massa corporal (IMC)
antes da gravidez
Classificação de Obesidade
em relação ao IMC (OMS) (kg/m²)
Ganho total de peso durante
a gestação (gramas)
Taxa de ganho de peso no segundo e terceiro trimestres
da gestação (média de ganho em gramas/semanas)
Abaixo do peso Abaixo de 18,5 kg/m² 12.700g – 18.143g 0.453 (0.453 – 0.589)
Peso normal 18,5 – 24,9kg/m² 11.339g – 15.875g 0.453 (0.362 – 0.453)
Sobrepeso 2 25,0 – 29,9 kg/m² 6.803g – 11.339g 0.272 (0.226 – 0.317)
Obesidade 4 (incluindo todas as classes) Acima de 30,0 kg/m² 4.989g – 9.071g 0.226 (0.181 – 0.272)
Ganho total mínimo de peso Kilogramas
Bebê 3,200 a 3,600 kg
Placenta 0,450 a 0,900 kg
Líquido Amniótico 0,900 kg
Mamas 0,450 kg
Útero 0,900 kg
Volume Sangüíneo 1,360 kg
Gordura Corporal 2,300 kg
Massa Muscular e Líquidos 1,800 a 3,200 kg
Total no minimo 11,360 Kg
Compartilhar: