Os rótulos dos alimentos: 

Na hora de escolher vem aquela dúvida: qual marca eu levo? Qual alimento tem um valor nutricional melhor? Muitas vezes, pra responder a essa pergunta, temos que examinar os rótulos dos alimentos!

Os rótulos têm que apresentar informações nutricionais na quantidade que podemos consumir, e, além disso, mostrar o quanto aquela porção de alimento contribui para o total de nutrientes que devemos ingerir por dia, ou seja, o Percentual de Valor Diário – %VD (o quanto – em percentual – a porção do alimento contribui para atingir todos os valores diários).

A informação nutricional contida no rótulo é a forma mais fácil de você comparar um alimento com outro e, assim, fazer escolhas corretas. Você pode, por exemplo, comparar iogurtes de diferentes marcas e escolher aquele que tem menos gordura total, gordura saturada e colesterol e que, mesmo assim, apresente a mesma ou maior quantidade de cálcio.

IMPORTANTE: Os ingredientes aparecem em ordem decrescente no rótulo, ou seja, o primeiro ingrediente que aparece na lista de ingredientes é o que está no alimento em maior concentração. Por isso, se um dos primeiros ingredientes for açúcar ou algum tipo de gordura, evite.

O que é porção?

A porção é a quantidade que normalmente uma pessoa sadia, em bom estado nutricional consome, por vez, para compor uma alimentação saudável. É importante sabermos que as quantidades das porções foram definidas por especialistas, levando em consideração o hábito do brasileiro e alimentação saudável. Isso quer dizer que a definição da porção de um alimento não depende de quanto você come daquele alimento e sim do que é recomendado.

Agora vamos ver na prática como comparar o valor nutricional de alimentos, usando o rótulo. E para isso vamos pegar um alimento de grande consumo pelas pessoas que querem emagrecer: a barrinha de cereais.

lista-de-ingredientes

Analisando esta figura, o que podemos concluir?

Se a gente se guiar pelo valor calórico, a terceira é a que tem menos calorias, certo?

E segundo a lista de ingredientes? A primeira barrinha começa com açúcar!

A segunda com a aveia, e a terceira com o sorbitol, um outro tipo de adoçante. Ponto pra segunda então!

Vale lembrar que é interessante olhar o teor de fibras, pois como já vimos anteriormente, as fibras ajudam a regular a função intestinal, dão saciedade e ainda previnem aumento de colesterol e da glicemia.

Ponto pra segunda de novo, que tem muito mais fibras que as outras! Concluímos então, que através da análise dos rótulos, a segunda barrinha é a melhor escolha: apesar de não ter o menor valor calórico, tem o maior teor de fibras, e o açúcar ou adoçante não é o primeiro ingrediente.

informacoes-nutricionais

Agora veja estes 2 pães integrais e compare as informações do rótulo.

Vamos imaginar uma pessoa que quer controlar a ingestão de carboidratos e aumentar a ingestão de fibras. Ela está no mercado e tem que escolher entre esses 2 pães.

Qual deles tem menor quantidade de carboidratos? E qual deles apresenta um maior teor de fibras? Aprenda a comparar na hora de comprar.

E o sódio? O sódio é um eletrólito, presente em todos os líquidos e tecidos corporais. Ele garante a manutenção do equilíbrio hídrico, do equilíbrio ácido-básico, atua na condução dos impulsos nervosos e na contração dos músculos. Ele compõe o sal, que é formado em 40% pelo sódio e em 60% pelo cloro.

O sódio, em grande quantidade, pode causar uma retenção de líquidos, o que pode acarretar em aumento do volume sanguíneo e em pessoas sensíveis ocasionar o aumento da  pressão arterial, além de prejudicar a função dos rins.

Importante: Segundo a Organização Mundial de Saúde, um adulto deve consumir até 2.000 mg de sódio por dia, o que equivale a cinco gramas de sal. A Anvisa propõe, em consulta pública, que alimentos que contêm mais de 400 mg de sódio a cada 100 g ou 100 ml sejam evitados ou consumidos com moderação.

A adequação do alimento a partir das Informações Nutricionais contidas no rótulo

Não existe alimento bom ou ruim, mas, adequado ou não, dependendo da situação de cada pessoa e também dependendo do quanto ela já consumiu de um determinado alimento naquele dia.

A informação nutricional contida no rótulo é a forma mais fácil de você comparar um alimento com outro e, assim, fazer escolhas corretas. Você pode, por exemplo, comparar biscoitos de diferentes marcas e escolher aquele que tem menos gordura total e gordura saturada e que tenha mais fibras.

Uma pessoa saudável pode comer com moderação todos os tipos de alimentos. A moderação está em consumir todos os alimentos na quantidade certa.

Compartilhar: